Pais que amam seus filhos sabem corrigi-los

Pais que amam seus filhos sabem corrigi-los

formacao_pais-que-amam-seus-filhos-sabem-corrigi-los

João Paulo II dizia que a família, santuário da vida, está sendo ameaçada

Estão criando famílias falsas, alternativas, assim como moedas sem valor. Criar uma moeda falsa é crime, porque desvaloriza a verdadeira.

Filhos são frutos de casais, pois Deus disse ao casal: “Crescei e multiplicai”. É uma ordem do Pai, não uma alternativa.

A primeira dimensão do casal é crescer. A mulher tem de crescer por causa do marido, tem de ser mais feliz por causa dele; e o marido precisa crescer por causa da esposa, precisa ser feliz por causa dela. O casamento começa a fracassar quando um não é fermento de crescimento para o outro. Eu tenho a certeza de que, na eternidade, Deus vai dizer a muitas mulheres: “Muito obrigado, porque eu lhe dei um homem difícil, sem fé, mas você mudou a vida desse meu filho, você o fez crescer, entrar para a glória”. O Senhor também vai dizer para muitos homens: “Eu lhe dei uma mulher complicada, mas você a fez crescer”. Essa é a beleza do casamento, ver o outro crescer.

A educação dos filhos se dá pelo amor do casal

Quando um casal se ama de verdade, a educação dos filhos é muito fácil, porque o exemplo transborda para eles. Educamos os filhos pela vida, mas se esse casal vive brigando, se não reza, será difícil educar os pequenos.

Hoje, muitos jovens não querem se casar por causa do exemplo de seus pais. Por isso, não podemos passar para os filhos a imagem negativa do casamento. O matrimônio é obra de Deus. “Não separe o homem o que Deus uniu”, disse Jesus. Por amor aos filhos, temos de viver bem, eles têm de ser motivação para que nós casais superemos as dificuldades.

Qual a melhor forma de corrigir o outro?

Reze pela pessoa antes de apontar um defeito. Aponte primeiro a qualidade, escolha a hora certa para falar, não corrija na frente do outros e corrija com carinho, com palavras doces, não humilhando na frente dos outros. Não desenterre os erros do passado, todos nós os temos.

Às vezes, numa briga, jogamos erros do passado que machucam os outros. Não seja displicente com a pessoa amada. Quando o marido chega, você tem de parar o que está fazendo e recebê-lo. Regue seu casamento. Saiba pedir perdão e perdoe: “Eu errei, não vou mais fazer isso”. Todos nós erramos e temos direito de ser perdoados, mas devemos pedir perdão também. Quando um não quer, dois não brigam. A melhor educação que damos para os filhos é a nossa vida.

Os pais que amam seus filhos os corrigem. Deus deu autoridade aos pais para a correção, pois toda paternidade vem do Senhor, diz o apóstolo. Não é preciso usar de violência nem palavras ofensivas; corrija com amor, senão, mais tarde, você não conseguirá os educar.

Meu pai sempre dizia: ”Não façam nada contra sua consciência, não compensa”. Quando estávamos numa situação difícil, ele dizia: “Sustenta o fogo, a vitória será nossa”. Eu tive um pai maravilhoso!

Como conquistar?

Para que os pais deem ensinamentos aos seus filhos, é preciso que esses os conquistem. Se não conquistá-los, ele não vai ouvi-los. Como conquistar um filho? Fazendo-o ter orgulho de você, um santo orgulho. Dando para ele todo o dinheiro que ele quer? Não! Se assim for, o pobre não vai poder conquistar os filhos. Você não conquista seu filho dando-lhe coisas, mas quando se dá a ele. É claro que podemos dar algumas coisas, dentro do equilíbrio, dentro da condição financeira, mas não é isso que vai conquistá-lo.

Você precisa ter tempo para seu filho, gastar seu tempo com ele, principalmente quando criança até a adolescência. “Ah! Mas tenho as coisas da Igreja”. A Igreja precisa vir em segundo lugar, pois você é pai, não é padre. Deus nos dá o tempo suficiente, não somos padres nem freiras, somos pais e mães, não podemos deixar nossos filhos carentes de pai e mãe. Deus quer que cuidemos de nossos filhos.

Não ter medo da vida

O casamento é uma missão sagrada e uma parte dessa missão é educar os filhos para Deus. Muito mais importante que criar um computador é criar um filho, um ser humano imagem e semelhança de Deus. “O filho é o dom mais excelente do casamento” (CIC). João Paulo II dizia: “Não tenham medo da vida”. Os casais católicos estão com medo da vida, alguns por comodismo, porque filho gasta, dá trabalho… É claro que dá trabalho!

Conquiste seu filho dando-se a ele. Você não vai mimar essa criança, mas dar a ela aquilo que precisa receber: educação religiosa, moral e intelectual. E isso não é só para o filho pequeno.

Quando for preciso chamar atenção de seu filho, reze por ele e o repreenda em um lugar reservado, nunca na frente dos outros. Uma coisa que precisamos aprender é que pai também erra e precisa pedir perdão ao filho. Se você não perder sua autoridade, seu filho vai amá-lo mais.

Antes de levar o seu filho para Deus precisa conquistá-lo

Outra coisa que ajuda a conquistar os filhos é levá-los para Deus, mas não vamos conseguir isso sem antes conquistá-los. Não adianta querer levá-los pelo colarinho, porque eles vão só até os 15 anos e depois abandonam a Igreja. Antes de dizer ao seu filho que Deus o ama, você precisa dizer: “Eu o amo”. Ele vai sentir o amor de Deus pelo amor dos pais.

“A bênção do pai fortalece a casa de seus filhos, a maldição de uma mãe arrasa até os alicerces” (Eclesiástico 3,11). Você precisa abençoar seus filhos.

Fonte: http://formacao.cancaonova.com/familia/educacao-de-filhos/pais-que-amam-seus-filhos-sabem-corrigi-los/