Papa: lucro não prevaleça sobre o valor da vida humana

Papa: lucro não prevaleça sobre o valor da vida humana

Na atividade desta sexta-feira dia 29 de abril destaque para a audiência concedida pelo Papa Francisco aos participantes na Conferência Internacional sobre os progressos da Medicina Regenerativa e os seus impactos culturais.

Este evento, organizado pelo Conselho Pontifício para a Cultura, a Fundação Vaticana Ciência e Fé e a Fundação Stem for Life pretende fazer uma abordagem interdisciplinar com o objetivo do diálogo entre medicina, tecnologia, fé e cultura para responder às exigências de cura e de esperança dos doentes. O foco principal dos debates é a cura de doenças raras.

No seu discurso o Papa Francisco ressaltou a importância deste evento, em particular, no âmbito do Ano Santo da Misericórdia, sendo “motivo de esperança constatar que este projeto tem envolvidas pessoas e instituições diversas, de cultura, sociedade e religiões diferentes, todas unidas numa notável sensibilidade para com as pessoas doentes” – disse o Santo Padre.

Francisco sublinhou três aspetos fundamentais do compromisso das entidades organizadoras desta conferência: a sensibilização, procurando promover o “crescimento do nível de empatia” para com estas doenças raras na sociedade; a pesquisa, consubstanciada em ações de educação e investigação com uma “constante atenção às questões morais”; e, finalmente, um terceiro aspeto fundamental apontado pelo Papa: “assegurar o acesso aos tratamentos” a todos os que deles precisarem, não permitindo que “o mecanismo do lucro prevaleça sobre o valor da vida humana”.

O Santo Padre encorajou os presentes a continuarem a envolver um número cada vez maior de pessoas e instituições para esta causa da medicina regenerativa.

Fonte: Rádio Vaticana