Entrevista: IPTU e ações da Secretaria de Receita e Fiscalização Urbanística trazendo benefícios ao município de São José de Ribamar

O programa Roda Viva desta quinta-feira, 8, recebeu em seu estúdio o secretário Antônio José Almeida Veras, titular da secretaria de Receita e Fiscalização Urbanística do município de São José de Ribamar. O Secretário destacou em entrevista que a cidade tem se destacado em adimplência e arrecadação ascendente desde de janeiro de 2021 relacionado ao período anterior, o crescimento chegou a 107%.

O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU),  como o nome indica, é o imposto voltado a propriedades com construção no meio urbano. Ou seja, ele é cobrado anualmente de todos os proprietários de casas, prédios ou estabelecimentos comerciais nas cidades. Como o IPTU incide sobre a propriedade, o contribuinte deverá pagar pelo número de imóveis em seu nome. Se for um, paga imposto só de um; se forem dez, paga imposto de dez -cada um com seu valor específico.

Antônio José, deu destaque as ações que vem sido desenvolvidas pela atual gestão do munícipio e exemplificou que o IPTU, diferente das taxas que devem ser aplicadas especificamente para aquela função, como por exemplo a taxa de iluminação pública, pode ser aplicado onde o gestor achar mais necessário, a exemplo de melhoramento de vias públicas, reformas de postos de saúde, implantação de praças, e no caso do munícipio para programas sociais como o auxílio cidadão, um trabalhado defendido pelo secretário, pela gestão da secretaria e do munícipio de São José de Ribamar.

O Secretario falou de ações desenvolvidas internamente exclusivamente aos servidores e para os munícipes. Hoje os servidores da secretaria de regularização  fundiária possuem um programa de incentivo aos servidores para crescimento profissional por meio de cursos gratuitos e online onde são ofertados programas de profissionalização que o servidor realiza os cursos e  vai atingindo níveis que criam uma categoria, ao final eles receberam botons de identificação e poderão ter ganhos profissionais e financeiros. Aos munícipes o secretario informou sobre a parceria com o banco do Brasil foi incluir como forma de pagamento o Pix, sendo a primeira prefeitura do Brasil a o Pix na modalidade cobrança podendo ser feito de qualquer agencia bancária, facilitando a forma de pagamento de quem precisar realizar algum pagamento de tributação, facilitando entregas de alvarás, certidões, entre outros.

 

Fonte: Rádio Educadora

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Enchentes: Governo Federal garante aos municípios da Bahia repasse de R$ 130 milhões

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), já garantiu, até o …

Deixe um comentário