Abril deve registrar maior nível de chuvas no Maranhão

Abril deve registrar maior nível de chuvas no Maranhão

Foto: Reprodução

O nível de chuvas que caiu no estado e foi registrado em todo o mês de abril deve ser o maior se comparado com os últimos 10 anos no Maranhão. Essa previsão foi destacada pelo Núcleo de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), que monitora as precipitações em todo o estado.

Várias cidades no interior decretaram situação de emergência, como Tuntum, onde o rio que leva o mesmo nome da cidade transbordou, deixando um rastro de destruição. Marajá do Sena também sofreu com os temporais, deixando várias ruas completamente cobertas de lama, contribuindo para que boa parte da população ficasse desalojada. Trizidela do Vale e Pedreiras, cidade dividas pelo Rio Mearim foram as mais afetadas pelo grande volume das enchentes, fazendo com que ribeirinhos e parte da população que viviam nas áreas mais baixas dessas cidades, tivessem que ser retiradas e levadas para abrigos disponibilizados pelas prefeituras.

Na capital São Luís não foi diferente, após um grande volume de chuva que cai na cidade durante semanas, a cidade vem apresentando vários transtornos, como ruas e avenidas alagadas, muros caídos em decorrência do grande acumulo de água e semáforos em pane.

Segundo os pesquisadores, o nível médio de chuva em abril poderá ultrapassar os 570 milímetros ocorridos no ano de 2007, o maior nos últimos anos. Segundo o meteorologista Gunter Reschke, as razões para a baixa quantidade de temporais em anos anteriores ocorreu em razão de fatores desfavoráveis à chuva ligados ao aquecimento dos oceanos atlântico e pacífico. Em 2018, os fatores se inverteram.

Alerta

Há possibilidades de tempestades de raios, chuvas intensas e acumulados de chuvas (inundações) na capital e em diversos municípios do estado nas próximas 72 horas.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) emitiu no ultimo domingo, 22, alerta de risco moderado para ocorrência de fenômeno meteorológico adverso dentro das próximas 72 horas em parte do Maranhão.