Câncer de pele: dermatologista fala sobre tratamento para a doença

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta que o câncer de pele do tipo melanoma (forma mais grave do tumor) ocorre mais raramente e pode levar à morte. Já o não melanoma (tumor maligno com baixa taxa de mortalidade) é mais frequente em ambos os sexos e menos grave, mas pode causar deformações no corpo. 

No combate à doença, há novidades no Maranhão como o pioneirismo da cirurgia micrográfica de Mohs – uma das técnicas mais refinadas, precisas e efetivas para o tratamento dos tipos mais comuns de câncer de pele.

Sobre o assunto, André Martins conversou com a Dra Cássia Leite, médica dermatologista. Ouça abaixo

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Podcast: O Evangelho do dia

No podcast de hoje o Pe. Cláudio Roberto Reitor do Santuário São José de Ribamar, …

Deixe uma resposta