Copa do Mundo homenageia três jornalistas mortos no Catar 2022

Copa do Mundo acordou nesta terça-feira (13) com a notícia de mais uma morte de um jornalista que estava a trabalho no Catar 2022. Como forma de homenagem, os organizadores e colegas de trabalho depositaram flores e providenciaram livros de condolências aos três mortos na sala de imprensa do estádio Lusail.

A morte do repórter norte-americano Grant Wahl e a do fotojornalista catari Khalid Al-Misslam já eram conhecidas. O primeiro deles teve um mal súbito na partida entre Holanda e Argentina, chegou a ser socorrido no próprio estádio, mas não resistiu. Sobre a morte do segundo, sabe-se menos ainda.

A terceira morte, do britânico Roger Pearce, da ITV Meridian, pegou a todos de surpresa. O profissional, que trabalhava no planejamento e produção de grandes eventos esportivos, estava a cinco semanas da sua aposentadoria.

“Temos notícias muito tristes para trazer daqui do Catar. Nosso diretor técnico, Roger Pearce, que estava aqui para cobrir sua oitava Copa do Mundo, infelizmente faleceu”, disse Mark Pougatch, colega da vítima.

A morte de Pearce teria acontecido ainda em 21 de novembro, mas só foi revelada depois que os outros dois casos vieram à tona. Colegas que trabalhavam com os profissionais não comentam as mortes.

Sobre Jornalismo

Verifique também

Campanha de vacinação contra a poliomielite começa nesta segunda no Maranhão

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) começa, nesta segunda-feira (27), a Campanha Nacional de …

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x