Espanha se prepara para acabar com obrigação de máscara ao ar livre

A máscara ao ar livre vai deixar de ser obrigatória na Espanha a partir da próxima quinta-feira (10). A medida tinha entrado em vigor no Natal, devido ao aumento de casos de covid-19 provocado pela variante Ômicron.

O fim do uso da máscara vai ser aprovada pelo Conselho de Ministros terça-feira (8), disse a ministra espanhola da Saúde, Carolina Darias.

“Todos os indicadores estão melhorando, principalmente as taxas de ocupação nos hospitais e de incidência da doença”, acrescentou.

Segundo a ministra, “foi medida de preocupação pelo tempo estritamente necessário e teve efeito barreira”.

O uso de máscaras na Espanha é obrigatório em todos os locais públicos, fechados ou abertos – com exceção de praias e ambientes rurais – com ou sem distância, desde 22 de dezembro. A determinação passou a valer quando o país enfrentava a sexta onda da pandemia.

As máscaras, no entanto, vão continuar a ser obrigatórias em ambientes fechados, o que vigora desde a primavera de 2020.

As internações por covid-19 ocupam atualmente uma em cada cinco leitos em unidades de cuidados intensivos. Várias províncias estão suspendendo gradualmente as restrições.

A Espanha foi dos poucos países europeus a impor o uso de máscara em espaços abertos. Apenas Itália, Escócia e França adotaram a mesma medida. Paris suspendeu a restrição esta semana.

O país registrou, até essa quinta-feira (3), 10,19 milhões de casos de infecção por SARS-CoV-2 e mais de 94 mil mortos. A taxa de incidência, que em 21 de janeiro era de 3,41 mil por 100 mil habitantes, está atualmente em 2,42 mil.

Em relação à vacinação, 90,8% dos maiores de 12 anos estão totalmente imunizados.

Fonte: ( Rádio Educadora do Maranhão/ Agência Nacional)

Sobre Jornalismo

Verifique também

Vacinação contra sarampo está abaixo da meta, diz Ministério da Saúde

O Brasil ainda está abaixo da meta de vacinação contra o sarampo. De acordo com …

Deixe um comentário