segunda-feira , 18 outubro 2021
Crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade são o público-alvo (Foto: Divulgação)

Governo do Maranhão mobiliza unidades de saúde para a Campanha Nacional de Multivacinação

Com o objetivo de ampliar o acesso às vacinas que fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação da Criança e do Adolescente, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde, mobilizará, no mês de outubro, unidades de saúde para a Campanha Nacional de Multivacinação. A campanha acontece anualmente para atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade.

A chefe do Departamento de Controle e das Doenças Imunopreveníveis, Halice Figueiredo, destaca a importância da atualização da situação vacinal para aumentar a cobertura vacinal e para o controle e erradicação das doenças imunopreveníveis no público-alvo dessa faixa etária. “Manter a caderneta de vacinação da criança e do adolescente atualizada é um grande desafio e uma questão de saúde pública, visto que as doenças como sarampo, meningite e caxumba afetam bastante a saúde desses grupos prioritários. Por isso, reforço o convite, para que os pais e responsáveis se dirijam ao ponto de vacinação mais próximo de sua casa durante o período da campanha, portando a caderneta de vacinação para realizar a devida atualização”, reforça Halice Figueiredo.

Em São Luís, além dos postos de saúde municipais, o Governo do Estado disponibilizará pontos de vacinação nas Policlínicas da Cidade Operária, Vinhais e Vila Luizão; Hospital Genésio Rêgo e Hospital Aquiles Lisboa. As salas de imunização funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Aos sábados, a vacinação pode ser realizada na Policlínica do Vinhais, das 8h às 12h.

Nos demais municípios do estado, os locais de vacinação serão administrados exclusivamente pelas gestões municipais.

Durante a campanha serão oferecidas as seguintes vacinas: BCG; hepatite A e B; penta; pólio inativa; pólio oral; rotavírus; pneumocócica 10 – valente; meningocócica C; febre amarela; tríplice viral; tetra viral; DTP; varicela; difteria e tétano adulto; meningocócica ACWY; HPV quadrivalente; e dTpa.

Considerando a situação da Covid-19, serão adotadas todas as medidas de proteção para diminuir o risco de contágio da doença, tanto entre os trabalhadores da saúde quanto na população.

 

Fonte: (Rádio Educadora do Maranhão / Governo do Maranhão)

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Governo do Maranhão divulga curso de capacitação do Programa Agente Jovem Ambiental

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos …

Deixe um comentário