Foto: (Reprodução / Agência Brasil)

Guedes se reúne com ministra da Economia da Espanha

A  continuidade da agenda de reformas estruturais tornará o Brasil atraentes para investimentos estrangeiros, afirmou nesta última quinta-feira (31) o ministro da Economia, Paulo Guedes, em reunião com a ministra da Economia espanhola, Nadia Calviño. No encontro, em Madri, ele reiterou o compromisso do Brasil com o desenvolvimento sustentável.

Na avaliação de Guedes, as reformas econômicas são essenciais para garantir a recuperação econômica no cenário pós-pandemia. O ministro, informou a pasta, destacou os avanços no ambiente regulatório no Brasil e lembrou que o país tem R$ 1,1 trilhão em investimentos privados contratado para os próximos anos.

Em relação ao desenvolvimento sustentável, os dois ministros concordaram sobre a necessidade de avançar na agenda da economia verde. Guedes ressaltou que o Ministério da Economia lançou dois programas que ratificam o compromisso do Brasil com a agenda ambiental: o Programa Nacional de Crescimento Verde e a Cédula de Produto Rural (CPR) Verde. Por meio das redes sociais, a ministra espanhola informou que a reunião com o ministro brasileiro foi produtiva. Segundo Nadia Calviño, os dois também trataram do impacto da guerra entre Rússia e Ucrânia sobre a economia global.

Além de ministra da Economia e Digitalização, Nadia Calviño é primeira vice-presidente da Espanha e atua em órgãos internacionais. Ela preside o Comitê Monetário e Financeiro Internacional (IMFC, da sigla em inglês), que assessora o Conselho de Governadores do Fundo Monetário Internacional (FMI) na supervisão e gestão do sistema monetário e financeiro internacional.

Empresários

Na última quarta-feira (30), Guedes se reuniu com 40 empresários espanhóis de diversos setores com investimentos no Brasil. No encontro, organizado pelo Conselho Empresarial Brasil – Espanha, o ministro destacou o seu compromisso com a atração de investimentos externos por intermédio da agenda de reformas, que simplificam a participação do setor privado, melhoram o ambiente de negócios, reduzem custos e aumentam a transparência.

Segundo o Ministério da Economia, os representantes empresariais manifestaram entusiasmo com a agenda econômica em curso no Brasil e reforçaram o interesse em ampliar os investimentos no país.

 

Fonte: (Rádio Educadora do Maranhão / Agência Brasil)

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Mercado financeiro prevê inflação de 7,67% para este ano

Pela segunda semana seguida, o mercado financeiro reduz a expectativa de inflação para 2022. De …

Deixe um comentário