quinta-feira , 29 outubro 2020

Juiz Douglas de Melo fala sobre ‘Lockdown’ na Ilha de São Luís

Na última quarta-feira (30), véspera do feriado do Dia do Trabalhador, a Justiça do Maranhão decretou, por meio do juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Ilha de São Luís, o Lockdown -bloqueio total de serviços não essenciais- nos quatro municípios da Ilha: São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa. A determinação foi acatada pelo Governo do Maranhão e entra em vigor nesta terça-feira (05), sendo estendida até o dia 14 de maio.

O Lockdown foi decretado devido ao aumento de contaminações registradas na Ilha de São Luis, onde há mais de 90% dos acometidos pela Covid-19, e a baixa adesão do isolamento social por parte da população. Com ele, serão adotadas medidas mais rígidas para evitar a disseminação do vírus na Grande Ilha.

ATIVIDADES LIBERADAS

Supermercados, feiras, quitandas e estabelecimentos semelhantes; delivery de alimentos; venda de produtos de limpeza e de higiene pessoal;

Hospitais, clínicas e laboratórios; farmácias; clínicas veterinárias para casos urgentes;

Postos de combustíveis; abastecimento de água e luz; coleta de lixo; imprensa; serviços funerários; telecomunicações; segurança privada;

Serviços de manutenção, segurança, conservação, cuidado e limpeza em ambientes privados (empresas, residências, condomínios);

Oficinas e borracharias; pontos de apoio para caminhoneiros nas estradas, como restaurantes e pontos de parada;

Serviços de lavanderia; comércio de álcool em gel; indústrias do setor de alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza.

Saiba mais acessando o decreto (clique aqui)

Sobre o Lockdown, Juraci Filho conversou com o juiz Douglas de Melo Martins na segunda-feira (04). Ouça abaixo:

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Semana da Família na Rádio Educadora

A Semana Nacional da Família neste ano de 2020 ocorre de 9 a 15 de …

Deixe uma resposta