Ministro da Justiça presta esclarecimentos a comissão de Constituição e Justiça

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, falou à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados nesta sexta feira (28). Dino, evitou  falar sobre os atos de 8 de Janeiro, porém falou dos os decretos relacionados a armas de fogo e a sobre a visita que fez ao Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

Dino chegou às 14h para explicar ações da pasta comandada por ele e evitou os ataques às sedes dos Três Poderes no dia 8 de janeiro deste ano, entre outros temas. O ministro foi acompanhado pelo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues. Ele é o primeiro integrante  do governo a prestar contas ao Congresso nessa legislatura.

Aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) têm tentado implicar as autoridades federais nas falhas do sistema de segurança e na omissão de militares que permitiram às invasões ao Palácio do Planalto, ao Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro afirmou que não há correlação loja entre armamentismo e diminuição da criminalidade.  O depoimento teve que ser interrompido por uma briga entre parlamentares bolsonaristas e membros da base do governo.

acompanhe em

 

   https://www.youtube.com/watch?v=75oDiTMFRuE

 

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Juizado da UFMA abre inscrições para casamento comunitário em São Luís

O 5º Juizado Especial Cível e das Relações de Consumo de São Luís, o Juizado …

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x