quarta-feira , 12 agosto 2020
Foto: Divulgação

Vacinação contra a febre aftosa é prorrogada no Maranhão

O produtor maranhense que ainda não vacinou seu rebanho de bovino e bubalino contra a febre aftosa agora tem até o dia 31 de julho para imunizar seus animais. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) prorrogou o prazo da primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa, atendendo ao pedido do Maranhão e de mais 6 Estados do Nordeste.

Com a prorrogação, o Estado ganha mais tempo para atingir o índice de cobertura vacinal, que nos anos anteriores ultrapassou a casa dos 90% de animais imunizados, o que garante ao Maranhão o status de zona livre de febre aftosa com vacinação. A estimativa é de imunizar mais de 8 milhões de bovinos e bubalinos em todo território maranhense.

Sobre o assunto, Juraci Filho conversou com Tânia Duarte Tânia Duarte, diretora de Defesa e Inspeção Sanitária Animal da Aged.  Ouça abaixo: 

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Podcast: A Hora da Bênção

Todas as sextas-feiras, dom Esmeraldo Barreto, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Luís, traz um …

Deixe uma resposta