quarta-feira , 14 abril 2021
Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), zona norte do Rio. Foto: Agência Brasil

Vacinação contra H1N1 começa em 12 de abril para grupos prioritários

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (H1N1) inicia em 12 de abril e vai até 9 de julho. O Ministério da Saúde pretende vacinar 90% dos grupos prioritários, de um total de 79,7 milhões de brasileiros, contra o vírus da Influenza, mais conhecido como o vírus da gripe.

O Ministério da Saúde não indica a aplicação da vacina da gripe ao mesmo tempo em que a da covid-19. A recomendação é que as pessoas que fazem parte do grupo prioritário tomem primeiro a vacina contra a Covid-19 e depois a vacina contra a gripe após um intervalo mínimo de 14 dias.

Devem comparecer aos postos crianças entre seis meses até as que não completaram 6 anos de idade, gestantes, puérperas (mulheres com filhos até 40 dias), povos indígenas e trabalhadores da saúde. Em seguida, será a será a vez dos idosos e dos professores. Confira abaixo a lista completa de grupos prioritários.

Grupos prioritários

  • Crianças de 6 meses até (5 anos, 11 meses e 29 dias);
  • Gestantes Puérperas – mulheres que deram à luz até 40 dias do dia da vacinação;
  • Trabalhadores da saúde Idosos com 60 anos ou mais;
  • Professores das escolas públicas e privadas;
  • Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Forças de segurança e salvamento;
  • Forças armadas;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;
  • Trabalhadores portuários Funcionários do sistema prisional;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade.

*com supervisão de Raquel Mariano, da Rádio Nacional.

 

Fonte: Agência Brasil

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Lockdowns obrigatórios são vitais para conter covid-19, diz Merkel

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou nesta terça-feira (13) que sua decisão de pedir …

Deixe uma resposta