quinta-feira , 25 fevereiro 2021

Abastecimento de oxigênio no Amazonas está em equilíbrio, afirma ministério

O voo inédito, que foi realizado após testes, permitiu o transporte do grande volume de oxigênio em um curto espaço de tempo. Saiba mais sobre a atuação da @fab_oficial na #OperaçãoCOVID19 ⬇️

O Ministério da Saúde informou, nesta terça (2), que a situação do suprimento de oxigênio no Amazonas já é considerada normal: o consumo hospitalar diário de 80 mil metros cúbicos do gás está coberto, e há sobra de aproximadamente oito mil metros cúbicos por dia. Foi definido um fluxo contínuo de chegada do gás por carretas vindas do Sul, Sudeste e Nordeste do país. Além disso, diariamente, dois voos da Força Aérea Brasileira (FAB) chegam a Manaus, carregados com o produto.

De acordo com a assessoria de imprensa do ministério da Saúde, as ações executadas por Eduardo Pazuello fazem parte de uma série de medidas para desafogar a rede hospitalar do estado. Os esforços, a partir de agora, serão direcionados para ampliar a oferta de leitos e sanar as filas de espera. Nessa primeira fase, a previsão é abrir mais 150 leitos clínicos e 50 UTI’s no estado.

Em paralelo, o ministério trabalha em conjunto com o Ministério da Defesa e o governo estadual do Amazonas com objetivo de viabilizar a transferência de pacientes para tratamento em outros hospitais do país. Já foram feitas, até o momento, mais de 430 transferências. Os pacientes estão sendo acomodados em leitos de hospitais universitários, disponibilizados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) e pelos governos estaduais.

 

Fonte: Agência Brasil / Ministérios da Saúde e Defesa

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Gana é primeiro país a receber vacinas financiadas pelo sistema Covax

O anúncio foi feito em comunicado conjunto pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o …

Deixe uma resposta