quarta-feira , 14 abril 2021
Superintendência da Receita Federal, em Brasília. foto: Agência Brasil

Adiado por três meses pagamento do Simples Nacional

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (24) pelo secretário especial da Receita Federal, José Tostes Neto. Segundo ele, a medida pretende ajudar os pequenos negócios afetados pelo agravamento da pandemia de Covid-19. Os micro e pequenos empresários e os microempreendedores individuais vão deixar de pagar as parcelas do Simples Nacional pelos próximos 3 meses. De abril a junho, os tributos federais, estaduais e municipais do regime especial vão ser suspensos.

Ao todo, vão ser beneficiadas 5,5 milhões de micro e pequenas empresas e 11,8 milhões de microempreendedores individuais. Eles vão deixar de pagar R$ 28 bilhões nos próximos 90 dias. De julho a dezembro, vão quitar em seis parcelas os tributos adiados.

O secretário da Receita informou que, por enquanto, o Fisco não pensa em adiar o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda, como aconteceu no ano passado. Segundo Tostes, o volume de entrega está sendo superior ao mesmo período de 2020, acima das expectativas do governo.

 

Fonte: Agência Brasil

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Pesquisa indica queda no crescimento econômico brasileiro para 2021

O Crescimento da economia brasileira deve cair em 2021, segundo estimativas dos principais indicadores econômicos. …

Deixe uma resposta