Caso Marielle Franco: Preso ex-bombeiro, Maxwell Simões Corrêa, a partir de uma delação premiada

A Polícia Federal prendeu na manhã desta segunda-feira(24)o ex-bombeiro Maxwell Simões Corrêa. O ex-policial militar Élcio de Queiroz entrou em acordo de delação com a justiça e confirmou a própria participação e a de Maxwell, no crime, há mais de cinco anos sem solução.

Queiroz, afirmou em delação premiada que o sargento da Polícia Militar Edimilson Oliveira da Silva, conhecido como Macalé e executado em 2021, foi quem apresentou o mandante da morte de Marielle a Ronnie Lessa.

Lessa e o próprio Élcio estão presos desde 2019 acusados pelos assassinatos da vereadora e do motorista Anderson Gomes. Os dois vão a júri popular pelos crimes.

Macalé foi executado na Avenida Santa Cruz, em Bangu, Zona Oeste do Rio. Um vídeo mostra quando ele andava com duas gaiolas nas mãos e um carro passa com criminosos fazendo disparos

Segundo o ministro da Justiça, Flávio Dino, a delação ocorreu há cerca de 20 dias. E as informações foram confirmadas pela polícia.

Dino informou ainda que a operação Élpis, desta segunda-feira, vai trazer elementos para outras operações, nas próximas semanas. Mas ele afirmou que agora muda o patamar, para ir atrás de descobrir quem mandou matar Marielle.

Flávio Dino está certo de que há mais pessoas envolvidas nos assassinatos. Quanto à motivação, ele não descarta a atuação das milícias e facções criminosas, no Rio de Janeiro.

O caso Marielle passou a ser investigado pela Polícia Federal, junto com a Polícia Penal Federal, Ministério Público do Rio de Janeiro, em fevereiro deste ano. Élcio de Queiroz e Ronnie Lessa, continuam presos em penitenciária federal.

Segundo as investigações, o sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa estava no carro que seguiu o da vereadora Marielle Franco, em março de 2018. O carro era dirigido pelo ex-PM Élcio de Queiroz e Lessa teria atirado, pelo menos, 13 vezes contra o grupo da vereadora, no carro. Marielle foi alvejada na cabeça e Anderson levou três tiros nas costas. A assessora da vereadora, Fernanda Chaves, que também estava no veículo, foi a única sobrevivente.

Com informações da Radio Agência Nacional

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Mulher é Presa por negligência ao deixar crianças sozinhas

A Polícia Civil do Maranhão prendeu uma mãe por crime de abandono de incapaz, após …

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x