Começa a valer limite de 100% para juros do rotativo do cartão

A partir desta terça-feira (2), os juros para quem atrasa o pagamento da fatura do cartão de crédito não poderão ultrapassar o valor da dívida original.

ate o fim de 2023, quando o titular de um cartão recebia a fatura mensal com a lista das compras realizadas, ele teria , duas opções: pagar a fatura total e quitar suas obrigações, ou pagar um valor parcial e deixar o saldo remanescente para ser pago em meses seguintes, com a cobrança de juros.

Na prática, esse saldo remanescente acaba virando um empréstimo do banco ao titular do cartão. O teto foi criado pelo Programa Desenrola e regulamentado pelo Conselho Monetário Nacional. Com a medida, o débito do rotativo e da fatura parcelada passa a ser limitado a 100% da dívida.

Por exemplo, quem não pagar uma fatura de R$ 100, e deixar a dívida para o rotativo, pagará juros e encargos de no máximo R$ 100. Assim, o débito não poderá ultrapassar R$ 200, independentemente do prazo.

Segundo os dados do Banco Central, em novembro, os juros do rotativo do cartão de crédito estavam, em média, em 431% ao ano. Ou seja, uma pessoa que entrava no rotativo em R$ 100 e não quitava o débito, devia R$ 531,60 após 12 meses.

Outras medidas vão passar a valer a partir de primeiro de julho, como a portabilidade do saldo devedor do cartão de crédito e o aumento da transparência nas faturas.

fonte agencia brasil e Brasil de fato

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue

O painel de monitoramento de arboviroses do Ministério da Saúde contabiliza 5.968.224 casos prováveis de …

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x