José Carlos Junior, Presidente do Coren Maranhão

Dia da enfermagem é marcado por luta por aprovação de Projeto de lei em São Luís

Ontem, 12 de maio, foi o Dia Internacional da Enfermagem e para marcar a data, profissionais da área fizeram uma carreata saindo da Praça Maria Aragão. Eles passaram por alguns hospitais de São Luís e finalizaram a manifestação em frente a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão.

No Brasil existem mais de dois milhões de profissionais da enfermagem, o que inclui os enfermeiros, técnicos e auxiliares. Esses trabalhadores não possuem uma regulamentação e é uma das maiores lutas da categoria. Já existe no Senado o Projeto de Lei (PL) 2.564/2020, mas para que se torne lei necessita entrar em votação.

Para falar um pouco sobre a manifestação e as reivindicações da categoria, o programa Roda Viva ouviu por telefone o presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (Coren-MA), José Carlos Júnior. Ele falou sobre a busca da categoria pela regularização da carga horária máxima de trabalho para 30 horas semanais e da instituição do piso salarial, ambos estão no Projeto de Lei (PL) 2.564/2020, que trata justamente sobre esses pontos citados.

Segundo informações da Agência Senado, o projeto fixa o piso em R$ 7.315 para enfermeiros, já as outras categorias terão o piso proporcional a esse valor: 70% (R$ 5.120) para os técnicos de enfermagem e 50% (R$3.657) para os auxiliares de enfermagem e as parteiras.

O requerimento precisa de apoio da sociedade civil e é possível fazer isso por meio de votação no site https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=141900.

Sobre Redação Educadora

Deixe uma resposta