segunda-feira , 1 março 2021

Em Audiência Geral, Francisco enfatiza que a liturgia é presença, é um encontro com Cristo

Foto: Reprodução

“Rezar na liturgia” foi o tema da catequese do Papa Francisco na Audiência Geral desta quarta-feira, 3 de fevereiro, realizada na Biblioteca do Palácio Apostólico. O Pontífice recordou que na história da Igreja se verificou constantemente a tentação em praticar um cristianismo intimista, que não reconhece a importância espiritual dos ritos litúrgicos públicos.

Muitas vezes, esta tendência reivindicou a suposta maior pureza de uma religiosidade que não dependesse de cerimônias externas, consideradas um fardo inútil ou prejudicial. O foco da crítica não era uma forma ritual particular, nem uma forma particular de celebração, mas a própria liturgia. Era a crítica contra a forma litúrgica de rezar.

“A Missa não pode ser somente “ouvida”, não é uma expressão correta. A missa não pode ser apenas ouvida, como se fôssemos apenas espectadores de algo que escorre sem nos envolver. A Missa é sempre celebrada, e não apenas pelo sacerdote que a preside, mas por todos os cristãos que a vivem. O centro é Cristo! Todos nós, na diversidade dos dons e ministérios, nos unimos na sua ação, porque ele é o Protagonista da liturgia”, afirmou o Papa.

 

Fonte: Vatican News

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Gana é primeiro país a receber vacinas financiadas pelo sistema Covax

O anúncio foi feito em comunicado conjunto pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o …

Deixe uma resposta