Padre Guto Feitosa e o ex-governador, Zé Reinaldo Tavares (Foto: Dankelvis Soeiro)

O programa “Roda Viva” desta segunda (7) entrevistou o ex-governador do Maranhão, José Reinaldo Tavares

Nesta segunda, 7, durante o programa “Roda Viva” da Rádio Educadora, foi entrevistado o ex-governador do Maranhão e atual Diretor de Relações Institucionais do Porto do Itaqui, José Reinaldo Tavares. A pauta da entrevista falou a respeito do aniversário da emissora, que no próximo sábado – 12 de junho – completa 55 anos, além de comentar sobre a administração realizada pelos atuais gestores públicos.

Sobre a Educadora, o ex-governador destacou a contribuição como importante função social na formação de seus ouvintes ao disseminar informações com responsabilidade. O parecer de Tavares é que “a Educadora formou gerações, e, há muitos anos, ela participa fortemente da opinião pública do estado”.

Em relação ao mandado do atual presidente da república Jair Bolsonaro, Zé Reinaldo Tavares pontuou o atraso na aquisição da vacina. “Hoje, temos 10% da população brasileira que tomaram a 2º dose da vacina. Nós precisamos de 75% para que as pessoas voltem para as ruas e à vida normal, mas estamos muito longe disso”, frisou. Sobre a administração do atual governador do Maranhão, Flávio Dino, o ex-governador comentou a evolução do gestor como político e pontuou a sua iniciativa em manter um bom diálogo com a população e outros gestores públicos em prol do desenvolvimento do estado. Ainda segundo José Reinaldo, um possível sucessor de Dino é o atual vice-governador Carlos Brandão.

Uma medida que marcou o período em que o ex-governador administrou o Estado do Maranhão foi a implantação do ensino médio em todos os municípios maranhenses. De acordo com José Reinaldo, a ação significou um grande passo para o desenvolvimento do Maranhão, pois “só pela educação se consegue combater, por exemplo, a desigualdade social”.

Ao final do bate-papo, Tavares incentivou ao público manter a esperança e acreditar na chegada da vacinação para todos. Após a pandemia, ele afirma que a prioridade deve ser “dar confiança, orientação e destino à população”.

 

Fonte: Agência Educadora

Sobre Redação Educadora

Verifique também

Junho Vermelho: Campanha incentiva doação de sangue

No mês de conscientização sobre a doação de sangue os apresentadores do programa “Roda Viva” …

Deixe uma resposta