quarta-feira , 12 maio 2021
Okonjo-Iweala

Nigeriana torna-se primeira mulher a liderar OMC e Brasil colaborará para promover livre comércio

A nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala, ex-ministra das Finanças do país africano, foi nomeada nesta segunda (15) para chefiar a Organização Mundial do Comércio (OMC). Ela tornou-se a primeira mulher e africana a liderar a organização. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o Brasil está pronto para colaborar com a nova diretora-geral.

Segundo a nota divulgada pelo ministério, o país trabalhará, em colaboração com Okonjo-Iweala, para fortalecer a OMC em sua missão fundamental de promover o livre comércio entre economias de mercado; estimular as reformas necessárias à organização nos seus três pilares – negociações, solução de controvérsias e transparência; e assegurar resultados realistas e ambiciosos na 12ª Conferência Ministerial da OMC em 2021, especialmente em agricultura”. O Itamaraty disse que “congratula-se com os demais países-membros da OMC pela escolha de Okonjo-Iweala”, em reunião extraordinária virtual do Conselho Geral realizada nesta última segunda, 15.

Okonjo-Iweala assume suas funções no dia 1º de março e o seu mandato, que pode ser renovado, expira em 31 de agosto de 2025. Ela substituirá o diplomata brasileiro Roberto Azevêdo, que renunciou ao cargo em setembro do ano passado. O posto de diretor-geral da OMC estava vago desde a ocasião, porque a administração de Donald Trump apoiava a ministra do Comércio da Coreia do Sul, Yoo Myung-hee, o que obstruía a indicação por consenso. Dias após tomar posse, o presidente norte-americano Joe Biden mudou a orientação do país e passou a apoiar a indicação da nigeriana. A candidata sul-coreana desistiu da disputa no início de fevereiro, abrindo caminho para a escolha de Okonjo-Iweala.

 

Fonte: Agência Brasil

Sobre Redação Educadora

Verifique também

1º dia da Novena de São José de Ribamar – Oração Preparatória

Oração preparatória todos os dias Deus e Senhor nosso, cremos que estamos na vossa presença …

Deixe uma resposta