Parceria entre SENAI e Defensoria Pública promove inclusão e cidadania

Uma parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-MA) e a Defensoria Pública do Estado (DPE), que oferta gratuitamente cursos profissionalizantes a funcionários e assistidos pela DPE, assim como para pessoas da comunidade, encontrou muitas respostas positivas para essa pergunta.  Quem se capacitou, aprendeu mais do que conteúdo no curso de Assistente Administrativo: deu uma guinada na vida.

Foi assim com Josefina Pinto Souza, que aos 47 anos decidiu encarar o desafio de retornar à sala de aula. Ela, que recentemente concretizou o sonho de ver formada a primeira dos cinco filhos, disse que a vontade agora é continuar a sua jornada de aprendizado. “Vocês não têm noção do quanto essa capacitação fez diferença na vida de cada um de nós. Foi difícil. Às vezes não tinha dinheiro para o transporte, mas vencemos”, disse Josefina emocionada.

Eliade Pinheiro Araújo é funcionária da Defensoria Pública há quase nove anos. Começou na área de serviços gerais. Recentemente, além do incentivo para participar do curso, recebeu uma promoção. Inspirada pelo conhecimento, resolveu que era hora de entrar na faculdade. E a escolha do curso foi justamente Administração. “Não temos nada de mão beijada. Temos que lutar para crescer e ser a cada dia melhor”, disse a empoderada Eliade.

A defensora pública e diretora da Escola Superior da Defensoria Pública, Elaine Barros, explicou que a DPE tem essa função de difundir a cidadania e os direitos humanos. “Há uma necessidade grande de os nossos assistidos saírem da situação de vulnerabilidade e a educação é um caminho. E para isso fizemos uma parceria maravilhosa com o SENAI”. Além do curso de Assistente Administrativo, está em andamento o de Corte e Costura e na próxima semana será iniciado o curso de Assistente de Recursos Humanos. “Queremos continuar a oferta de oportunidades para esse público. Criamos uma bolsa de apoio à formação dessas pessoas e que auxilie em questões como o transporte, por exemplo”, destacou a defensora pública, acrescentando que a população indígena, quilombola e trans foi incluída nas capacitações.

Para o diretor regional do SENAI-MA, Raimundo Arruda, por meio de ações como essa com a Defensoria Pública o SENAI contribui para a inclusão socioprodutiva das pessoas. “A educação é o passaporte para o futuro.  Temos que empoderar as pessoas com conhecimento para que elas possam atuar em um mercado de trabalho concorrido”, pontou Arruda. A conversa com a turma de Assistente Administrativo aconteceu nesta sexta-feira (15/09) durante o encerramento do curso. Além dos alunos, participaram do bate-papo professores do SENAI e servidores da Defensoria Pública.

Sobre Matheus Coimbra

Verifique também

Tribunal de Justiça do Maranhão inicia ano judiciário com novos desembargadores e juízes

Fonte: TJMA O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Paulo Velten, empossou, …

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x