Nadador Frederico Castro leva o Maranhão para o pódio na França

O nadador maranhense Frederico Castro, que é patrocinado pelo Governo do Estado e Grupo Mateus, por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, garantiu pódio no Meeting Internacional de Natação, realizado no último fim de semana em Saint-Dizier, na França. Frederico conquistou medalha de bronze na prova dos 100m nado borboleta.

“É muito gratificante sair com mais um resultado expressivo de uma competição dessa magnitude. Chegar aqui na França, competir lado a lado com grandes atletas e levar o Maranhão e meus patrocinadores para o pódio é a recompensa de todo o trabalho”, comemorou o nadador, que agora se prepara para competir no Grand Prix, em janeiro de 2024, nos Estados Unidos.

Experiência

Vale lembrar que Frederico Castro conhece bem as piscinas de Saint-Dizier, na França. Ele participou da competição em outubro de 2021, quando conquistou o bronze nos 50 metros e nos 100 metros estilo borboleta.

Na ocasião, o maranhense foi destaque na competição, pois foi o único sul-americano na disputa dos 50 metros e 100 metros borboleta.

O primeiro pódio do atleta maranhense foi no dia 16, na prova dos 50 metros borboleta, quando Frederico cravou 27s72, ficando atrás do francês Maxime Grousset e do holandes Thomas Verhoeven.

No dia seguinte, Frederico levou novamente a medalha de bronze, desta vez na prova dos 100 metros borboleta. O maranhense quase conquista a medalha de prata, pois ficou apenas três centésimos atrás do holander Thomas Verhoeven. A disputa foi de 52s89 para o holandês e 52s86 para o maranhense.

História

Frederico Castro, nasceu em 20 de outubro de 1989, no município maranhense de Bacabal, cadastrado na Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), desde 1º de janeiro de 1998.

O atleta iniciou cedo na carreira, acumulando vitórias ao longo das competições que participou, como a medalha de ouro na Copa do Mundo de Natação em Berlim, na Alemanha, no ano de 2010.

Além do ouro, Frederico ganhou medalha de prata, também em Berlim, quando ficou à frente do nadador Michael Phelps, famoso atleta americano que, na ocasião, em novembro de 2009, não se saiu bem nas provas e ficou em quinto lugar.

Sobre Matheus Coimbra

Verifique também

Decisão Judicial: Município de São Luís tem seis meses para reformar Socorrão II

O juiz Douglas de Melo Martins, titular da Titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de …

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x