No dia da Consciência Negra, evento debate empreendedorismo na capital

Em alusão ao Dia da Consciência Negra, na última segunda-feira (20), o Palácio Henrique de La Rocque foi palco do 1º Fórum Maranhense de Afroempreendedorismo e Afronegócio. Com o tema “Conectando Raízes, Construindo Caminhos”, a iniciativa, promovida pelo Governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado da Mulher (Semu), reuniu autoridades e especialistas para discutir e fortalecer iniciativas voltadas ao empreendedorismo afro no estado.

O lançamento do fórum contou com a presença de representantes de entidades parceiras, como o Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), a Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (Funac) e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), entre outros.

O evento ofereceu uma série de serviços, incluindo um estande com a equipe da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema) para formalização de microempreendedores individuais (MEI) e microempresas. Além disso, a Secretaria de Estado da Indústria e Comércio (Seinc) apresentou o “Armazém do Empreendedor”, que oferta recursos e suporte para iniciantes ou aqueles que buscam expandir seus empreendimentos. Já a Fapema contribuiu para o enriquecimento das habilidades dos participantes por meio de sorteios de livros e certificados digitais.

O fórum também abriu inscrições para a 3ª edição da Feira MA Preta, proporcionando aos afroempreendedores a oportunidade de apresentar seus produtos e serviços ao público.

A secretária de Estado da Mulher, Abigail Cunha, resumiu o propósito do evento: “Hoje é um dia muito importante para as nossas mulheres. Esse evento tem como objetivo construir juntos e juntas possibilidades de trilhar novos caminhos, fortalecendo a geração de renda e o empreendedorismo afro em nosso estado”, destacou.

Virgínia Diniz, afroempreendedora da Feira MA Preta, declarou sua gratidão pelo evento. “Quero agradecer à Secretaria de Estado da Mulher e ao Governo do Maranhão a oportunidade de participar de um evento como esse, que coloca em debate a promoção de políticas públicas que incentivem a geração de renda para as mulheres negras, através do empreendedorismo”, ressaltou.

O secretário adjunto de projetos da Seinc, Paulo da Hora, expressou o desejo de estreitar relações para promover o empreendedorismo local. “Queremos estreitar as relações junto à Secretaria da Mulher e todas as outras secretarias, para a promoção e interlocução do empreendedorismo local, sobretudo, das mulheres negras”, enfatizou.

Ana Rosa Silva, chefe do Departamento de Gestão e Articulação da Semu, ressaltou os esforços da gestão estadual para atender às demandas das mulheres negras. “Um evento muito importante para a Secretaria de Estado da Mulher, onde as mulheres negras estão podendo aprender, se articular, debater e buscar capacitação. O Governo do Maranhão está apoiando essa causa e mais uma vez fazendo a diferença na vida de muitas mulheres negras”, afirmou.

Isaura Moreira Lima, diretora da Fapema, reforçou o compromisso da instituição em contribuir para a inclusão social e a geração de renda. “A Fapema tem a honra de estar presente neste Fórum, contribuindo neste processo, marcando este dia especial, que é o Dia da Consciência Negra, trazendo nosso apoio e parceria para uma iniciativa tão importante como essa”, observou.

A iniciativa contou ainda com painéis sobre o panorama atual do afroempreendedorismo, inovação e tecnologia e estratégias de crescimento futuro. Palestrantes renomados no cenário do afroempreendedorismo maranhense, como Ieda Freitas, assistente social na saúde mental e comunidade; Yara Matos, social media e esteticista; Cristiane Mendes, pedagoga e empreendedora; Sidi Mane e Vinicius Sirino, analistas de inovação da Secti; Paula Maia, mestra em Design da Universidade Federal do Maranhão; Nilde Ribeiro, empreendedora social; Virginia Diniz, afroempreendedora e fundadora da Feira MA Preta; Iziane Castro, atleta olímpica de Basquete; Preta Lú, rapper e afroempreendedora; e Sol Maria, artesã e professora, compartilharam suas experiências e insights.

Sobre Matheus Coimbra

Verifique também

Cratera causa riscos a pedestres e motoristas que transitam na MA-203

Uma cratera que se formou na MA-203, situada na cidade de Raposa, na Região Metropolitana …

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x