quinta-feira , 29 outubro 2020

Onde está Deus diante do sofrimento?

 

Diante do sofrimento, muitas vezes nos questionamos sobre onde está Deus

Depois que o pecado entrou no mundo, aceitemos ou não, vivemos num vale de lágrimas. Foi preciso uma dor extrema para que Jesus pudesse nos salvar. O Pai não quis que sofrêssemos, mas o pecado foi causando dor e sofrimento desde que entrou no mundo. Não foi o Senhor quem criou a dor nem a morte, pois tudo isso é consequência do pecado.

Quantas barbaridades nós mesmos cometemos durante a nossa vida? Quantas consequências disso nós colhemos até hoje? Nada do que fazemos é neutro. Tudo tem uma consequência para o bem ou para o mal.

Olhe o resultado das “burradas” e das loucuras que cometemos na nossa sexualidade. Não é apenas a gravidez inesperada, mas as dores da alma, do espírito e até mesmo do corpo da pessoa. A natureza é um relógio de alta precisão.

Quanta gente se estragou pelas tolices que fez no campo da sua sexualidade e afetividade! Paixão não é amor, e as consequências das coisas vividas na paixão são sentidas até hoje. Quantos meninos e meninas carregam os resultados desse sentimento mal vivido!

Não quero falar apenas da questão afetiva, mas também da financeira. Quantos compraram, seduzidos pela liberdade de pagar em muitas parcelas, e se envolveram em empréstimos, em agiotas e acabaram tornando sua vida um inferno por causa de uma decisão mal tomada! Muitas vezes, você, mais do que ser culpado, é a vítima das paixões dos outros, da afetividade errada dos outros.

Você sofre decepções causadas por pessoas que você ama profundamente, como seu pai e sua mãe. Você foi a vítima deles, por isso sofre. Muitos ressentimentos você vive por causa das atitudes dos outros.

O Evangelho nos diz que o sol se levanta sobre os maus e bons. Assim, também os sofrimentos se levantam não somente sobre os maus, mas também sobre os bons. Nessa hora, você tem de fazer a diferença e entregar o seu caminho ao Senhor.

Deus sabe como cuidar das marcas e feridas que você traz em seu coração. Ele mesmo disse que carregaria o fardo com você. Quantas vezes você culpa o Senhor por aquilo que está acontecendo em sua família, culpa-O por aquilo que está acontecendo com o seu filho. Mas Deus não é o responsável pelo seu sofrimento, porque este é gerado pelo pecado cometido por você e pelos outros. No entanto, é Ele quem sabe cuidar e curar as suas feridas e chagas.  É preciso entregar o seu caminho ao Senhor. Você tem de entregar tudo a Ele.

Quando digo tudo, é tudo mesmo! Até mesmo os seus pecados, a fim de que o Senhor possa agir em tudo na sua vida. Entregue o seu passado, as suas loucuras para que Deus possa cuidar de tudo. Para isso você precisa estar cheio do Espírito Santo.

O Senhor não nos deu um espírito de covardia, mas de fortaleza, sabedoria e amor. A solução não é negar o sofrimento, mas afrontá-lo. Precisamos enfrentar a dor como um surfista enfrenta a onda, pois este consegue superar uma onda que o mataria, porque está em cima de uma prancha, treinando para isso. É preciso superar o sofrimento!

O mundo em que vivemos nos acostumou a não aguentarmos o sofrimento. Qualquer dor é motivo de remédio. Queremos, sempre e em todos os momentos, “sombra e água fresca”!

Precisamos aprender a encarar o sofrimento, aprender a sofrer. Para isso é necessário estarmos plenos do Espírito Santo.

Fonte: http://padrejonas.cancaonova.com/informativos/artigos/onde-esta-deus-diante-do-sofrimento/

Sobre Rádio Educadora

Verifique também

Comissão da CNBB emite nota sobre o Dia Mundial da Água

A nota recorda que a água, como direito humano, deve ser assegurada de forma universal …

Deixe uma resposta