Foto: José Carlos Santos / Rádio Educadora

Programa “Roda Viva” recebeu nesta quinta (10) o atual prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho

Dentro da programação na semana de aniversário da Rádio Educadora do Maranhão, nesta quinta-feira, 10, o programa “Roda Viva” recebeu o atual prefeito do município balneário de São José de Ribamar, Dr. Julinho, que explanou um pouco sobre a sua trajetória profissional e política, junto do seu vice, Júnior Lago. Em entrevista o atual prefeito de São José de Ribamar afirmou, ao avaliar sobre os seus cinco meses de mandado, que a sua gestão é voltada para as comunidades e atender suas respectivas necessidades. “Nada aqui é favor e sim uma obrigação de trabalharmos em prol do progresso para a população ribamarense!”, frisou o prefeito.

Foto: (José Carlos Santos / Rádio Educadora)

Para aumentar o esforço do combate à covid-19, o político reiterou que toda a responsabilidade é dirigida aos gestores públicos. “Se as pessoas morrem o culpado é o prefeito e, como médico, recomendo a vacinação de toda a população e todos os cuidados!”, enfatizou o prefeito na justificativa do decreto emitido pela prefeitura da cidade balneária que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes; e estipula o funcionamento com até 50% da capacidade. Sobre o auxílio emergencial municipal, Dr. Julinho afirmou que será depositado para cinco mil famílias ribamarenses a partir da próxima quinta-feira, 17, no valor de R$120,00.

Ao concluir a entrevista, Dr. Julinho afirmou Por fim, junto com o seu vice-prefeito, Dr. Julinho parabenizou a Rádio Educadora AM 560 pelo seu protagonismo exercido e pelo aniversário de 55 anos da emissora, neste próximo sábado – 12 de junho. “O rádio continua a ser um dos veículos mais importantes para a comunicação no mundo!”, afirmou Dr. Julinho ao concluir a entrevista.

 

Fonte: Agência Educadora

Sobre Redação Educadora

Verifique também

A partir desta terça-feira (8) a Força Nacional começa a atuar no Amazonas

Militares da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) deverão ser deslocados para o Amazonas, em …

Deixe uma resposta